Raspbian: Criando compartilhamentos com o Windows

Muitas vezes você pode precisar copiar arquivos, como músicas, fotos ou vídeos entre o Raspberry Pi e o seu PC doméstico que roda o sistema operacional Windows.

Em vez de usar pendrives para copiar os arquivos, uma opção muito mais fácil e mais segura é criar uma pasta compartilhada no Raspbian que poderá ser acessada pelo Windows.

Você pode criar pastas compartilhadas no Raspberry Pi e torná-las disponíveis para outros dispositivos na rede Windows usando um software chamado Samba.

O Samba é um software livre que implementa o protocolo SMB/CIFS para fornecer acesso compartilhado a arquivos e impressoras entre sistemas Windows, Unix, Linux e OS X.

Nesse post parto do pressuposto que você já tem/sabe o caminho do diretório no Raspberry Pi que deseja compartilhar na rede. No exemplo uso a pasta /home/pi/meudiretorio

Instalando o Samba

Para instalar o Samba no seu Raspberry Pi basta executar os seguintes comandos:

Configurando o Samba

Altere o arquivo de configuração do samba /etc/samba/smb.conf

Altere o nome do grupo de trabalho (workgroup) para o nome do seu grupo de trabalho. Para descobrir o nome do grupo de trabalho no PC rodando Windows 7, vá para Painel de Controle → Sistema. Em um sistema executando o Windows 10, você pode encontrar esta informação em Configurações → Sistema → Sobre.

Substitua MYWORKGROUP pelo nome do seu grupo de trabalho.

Remova o comentário da linha (apagando o # do início da linha)  wins support  e certifique-se que o parâmetro  yes  esteja definido.

Vá para o final do arquivo de configuração e adicione as linhas abaixo. Essas linhas definem o comportamento da pasta compartilhada, ou seja, são as definições do compartilhamento.

Salve o arquivo e saia do editor.

Você precisa reiniciar o samba para que as alterações entrem em vigor:

A seguir explico o significado de cada linha da definição do compartilhamento.

[pishare] → Este é o nome do compartilhamento.
comment → O texto que é exibido como comentário nos detalhes do compartilhamento.
path → Especifica a pasta que contém os arquivos a serem compartilhados.
browsable → Define que este compartilhamento estará visível quando for executado o comando net view e também quando procurarmos os compartilhamentos de rede.
writable → Permite que o usuário adicione/modifique arquivos e pastas neste compartilhamento. As ações padrão do Samba são somente leitura.
guest ok → Permite que usuários não autenticados acessem o compartilhamento.

 

Deixe uma resposta